fbpx
Quando é necessário polir o meu veículo? Como fazer sem danificar?

Quando é necessário polir o meu veículo? Como fazer sem danificar?

Quer descobrir quando é necessário polir o seu veículo? Entenda mais sobre o polimento técnico, para que serve e quando deve ser feito. 

Com tantos serviços de estética automotiva, às vezes é complicado entender quando cada um deles é necessário. No caso do polimento técnico automotivo, é indicado que você saiba mais sobre o método antes de realizá-lo. 

Por isso, confira todas as informações que reunimos neste post e saiba como fazer o processo de forma segura. 

Afinal, quando é necessário polir o meu veículo?

Antes de realizar qualquer procedimento no veículo, é fundamental entender se ele é indicado para o estado em que o carro se encontra. Assim, saber quando é necessário polir o seu veículo é muito útil. 

Nesse caso, estamos falando do polimento profissional, ou seja, aquele que é feito com os produtos específicos e a ferramenta certa, a politriz. Como ele oferece resultados melhores, também exige certos cuidados. 

Dessa forma, saiba que esse polimento pode ser feito em dois tipos de situação. A primeira delas, é quando temos uma necessidade mais estética, em que o carro está com vários arranhões e danos na pintura.

Advertisement

Então, caso haja alguns desgastes e marcas que precisam ser eliminadas, o polimento é o processo que pode ajudar a reverter o estado. 

Por outro lado, o método é necessário para carros que vão passar pela repintura. Isso porque, o polimento garante que a nova tinta aplicada não fique com manchas ou sofra mudanças por causa da tinta anterior. 

Nesse sentido, seja o carro inteiro, ou qualquer peça que precise passar pela repintura, o polimento precisa ser feito antes para tirar qualquer resquício da tinta antiga. Logo, é possível garantir melhores resultados. 

Entenda como polir o carro

Depois de entender quando é necessário polir o meu veículo, é ideal que você saiba como fazer o polimento. Sendo assim, entenda que estamos falando de uma técnica delicada e que precisa de muitos cuidados. 

Desse modo, a forma mais segura é contratando profissionais capacitados, como os da Acquazero. A empresa é especializada em estética automotiva e está no mercado desde 2009. 

Nesse sentido, ela oferece soluções completas e com ótimos resultados. Com isso, os técnicos usam os produtos e máquinas adequadas para realizar o polimento com total segurança.

Foto de uma pessoa polindo um carro vermelho. Imagem ilustrativa para o texto quando é necessário polir o meu veículo.
Contrate um profissional para realizar o polimento com segurança.

Portanto, você tem a tranquilidade de saber que seu carro estará nas mãos de especialistas competentes. E ainda, por meio de serviços ecologicamente corretos que são característicos da Acquazero

Como dissemos, o polimento é feito com a união da politriz e de compostos polidores que conseguem remover riscos e manchas. Ou seja, é algo agressivo que, se feito de forma errada, pode danificar o veículo. 

Por isso, é ideal que você confie em quem entende do assunto e pode entregar um processo de boa qualidade.

Atualmente, a Acquazero possui unidades espalhadas no Brasil, Estados Unidos, México e República Dominicana. Assim, você pode agendar seu horário pelo próprio celular, seja pelo e-commerce ou aplicativo

Quantas vezes posso polir o carro?

Além de entender quando é necessário polir meu carro, você também precisa saber sobre a frequência ideal para realizar um processo como esse. Como dissemos, o polimento técnico com a politriz exige certos cuidados. 

Isso porque, o uso da massa polidora e da ferramenta consegue igualar a camada de verniz que protege a pintura. É justamente por isso que o método é eficiente para retirar os danos, já que ele elimina a parte que está danificada. 

Porém, como o verniz é o responsável por proteger a pintura, qualquer erro pode causar danos maiores. Então, é essencial que o técnico saiba fazer o polimento e consiga usar a máquina do jeito certo. 

Ou seja, estamos falando de um processo que consegue deixar o carro com aspecto de novo, livre de manchas e arranhões, com a cor realçada, mas que também pode trazer riscos, caso realizado incorretamente. Afinal de contas, como dito, o polimento é um procedimento mais agressivo. 

É por este motivo que especialistas recomendam que o polimento seja feito apenas três vezes ao longo do tempo de vida útil do carro. Em excesso, o processo pode danificar a pintura, chegando até na lataria.

Dessa forma, esse não é um tipo de processo que você pode realizar com tanta frequência e sempre que desejar. Antes de tudo, é preciso entender o estado do carro e saber se essa é a melhor opção

Entenda os tipos de polimento

Agora você já sabe quando é necessário polir o seu veículo, e como o polimento técnico exige certos cuidados. Mas você também precisa saber que existem outros tipos de polimento. 

O primeiro deles é o polimento manual, também conhecido como enceramento. Nesse processo, a pessoa aplica uma camada de cera protetora que ajuda a manter o carro mais protegido e brilhante. 

Foto de uma máquina de polir carros. Imagem ilustrativa para o texto quando é necessário polir o meu veículo.
Existem vários tipos de polimentos disponíveis no mercado.

Além disso, temos o chamado polimento simples, feito com esponja, movimentos circulares e produtos próprios. Nesse caso, a pintura se torna ainda mais lisa e a pessoa consegue eliminar possíveis defeitos, como arranhões e afins. 

Depois do polimento técnico que já explicamos, entenda que também existem um polimento técnico simples, feito com a politriz e um selante. Ou seja, nesse caso, os profissionais não usam uma massa polidora como no processo que mencionamos anteriormente. 

E, por fim, temos a cristalização, em que a pintura recebe um nivelamento para ficar livre dos danos e ainda ganha uma camada de proteção. 

Aqui no nosso site, você encontra um artigo completo sobre técnicas de polimento, confira “Conheça 5 técnicas de polimento automotivo e saiba a diferença entre elas”.

Quando é melhor encerar a pintura?

Após entender quando é necessário polir o seu carro, pode ser que você tenha dúvidas sobre quando é melhor optar pelo enceramento, por exemplo. 

Como você deve ter notado, o polimento é um processo mais agressivo, que retira danos e arranhões, mas que desgasta a camada de verniz do veículo. Por isso, é ideal optar por ele apenas quando necessário. 

Porém, se o seu carro está com uma pintura desgastada e sem brilho, mas sem danos sérios, um enceramento pode acabar sendo útil. Afinal de contas, a cera deixa a superfície mais lisa, brilhante e protegida. 

Logo, por meio de um processo mais leve, é possível manter o veículo com uma boa aparência e até mais resistente contra agentes externos, como a luz do sol, por exemplo. 

Qual a diferença do polimento para cristalização?

Ao longo do texto, você pôde notar que existem alguns tipos distintos de polimento e também a cristalização, serviço que vem ganhando cada vez mais espaço no mercado. 

Sendo assim, se você quer saber a diferença entre eles está ligada aos objetivos. No polimento, o intuito é remover os danos na pintura e uniformizar a camada de verniz. Portanto, ele remove manchas, arranhões etc. 

Por outro lado, a cristalização tem como intuito oferecer uma camada de proteção para a pintura, ainda mais resistente que uma cera comum. Assim, ela tira pequenos riscos, mas traz uma película protetora contra agentes externos. 

Ou seja, temos um processo eficiente, que nivela o verniz, mas que não chega a ser tão forte como um polimento. Por isso, uma cristalização pode ser feita mais vezes ao longo do uso do veículo.

Agora você já entende quando é necessário polir o seu veículo e sabe que a Acquazero pode lhe ajudar com um polimento adequado

Então, agende agora mesmo o seu atendimento na Acquazero de forma on-line. Clique no botão abaixo.